SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ENA!-- TANTOS LEITORES DO MEU BLOG QUASE DIÁRIO! ---ESTA FOTO É UMA VISTA AÉREA DA MINHA TERRA,-TABUAÇO! UM ABRAÇO PARA CADA UM DE VÓS! -ANDRÉ MOA-

sábado, 4 de abril de 2009


A FORÇA DA SOLIDARIEDADE


«Caríssima Gabriela,

Acabo de receber da Aida Baptista a notícia do falecimento da sua mãe. Por este triste acontecimento, o meu primeiro abraço, via e-mail, coincide com último adeus à sua querida mãe que não tive o privilégio de conhecer pessoalmente, mas a quem presto a minha homenagem pela linda e talentosa filha que ofereceu ao mundo, à cultura, à literatura, à solidariedade, à amizade, ao amor. Pelo fruto chegamos à árvore. Porque o fruto é óptimo, a árvore, ainda que ausente, permanecerá entre nós, porque nos merecerá um eterno e saudoso preito.
Porque nestes momentos de perda e de tristeza deve precisar de forças suplementares, aceite a minha estima solidária, a minha alma em sintonia com a sua, hoje na dor, ontem e amanhã na alegria de continuarmos vivos, prontos a dar continuidade à obra que nos foi legada pelos nossos progenitores, por todos quantos nos precederam nesta incessante caminhada rumo ao sempre desejado e nunca alcançado absoluto perfeito.
Receba este meu grande abraço solidário e amistoso, querida amiga Gabriela.
Seu, ad aeternum,
André Moa»

Meu querido amigo

Obrigada pelas mensagens e pela força que tenho sentido a vir de ti. Nem toda a gente tem essa energia no meio de um dia de inverno. Tive essa certeza no dia em que te conheci através de textos que diziam muito acerca de coragem... Quando te conheci pessoalmente ainda gostei mais porque percebi e senti que estavas ali por nós. E isso não tem preço.
Estou a viver um tempo difícil com a perda da minha mãe. Era uma mulher muito sensata, generosa, companheira, resistente e linda. Esteve dúzias de vezes às portas da morte mas resistia sempre. E, contrariamente ao que vaticinavam os médicos, não foi o coração que a matou. Esse aguentava ainda outro tanto!
Tenho muitas saudades dela mas sei que em cada estrela há um sorriso que ela me manda do céu. E é à sombra desse amor que estou viva agora. Com a força de amigos especiais como tu.
Dá notícias. Diz-me que estás rijo e que o teu neto já tem um dente.
São boas notícias.
Um beijo de mar e espuma da ilha e de mim

Querida Gabriela,
Força anímica, coragem e apego à vida é o que não te falta. De qualquer modo, apraz-me pensar que, como gentilmente referes, recebes e sentes alguma energia provinda de mim.
Se tiveres paciência, pachorra e tempo, visita o meu novo blogue – http://diariodeumpacienteii.blogspot.com/ – onde vou relatando a evolução das minhas maleitas que, espero, se estejam a transformar em ex-maleitas, onde também falo do meu neto e de vós, nomeadamente de ti e da Aida.
Continuação desse esforço supremo de renasceres das cinzas e de beijares, sob o lençol da saudade materna, o mar, a espuma , a ilha e os amigos, beijos que retribuo ainda que conspurcados por esta poluição citadina, mas com votos de que, ao contacto com a ilha e com o mar das Flores sejam suaves e acalentadores como a espuma que te envolve de suavidade e ternura.
Beijos desses, cara amiga, para ti, que bem os mereces.
André Moa

Meu querido amigo

É o regresso lento à normalidade depois de uma perda muito importante. Não sou nenhuma santa nem nenhuma filha modelo. Ficar ao lado da minha mãe estes seis anos não foi nenhuma via-sacra dolorosa. Pelo contrário. A minha mãe purificou-se e purificou-me neste tempo de preparação para a sua morte e para a minha vida.
A minha mãe tinha uma energia vital fabulosa. Há seis anos, um neurologista deu-a como morta e depois disso, quanta coisa bonita ela fez. Os segredos da energia são muito mais importantes do que pensamos. E eu conheço só aquilo que vivi. Que também não foi pouco.
A minha mãe tinha força para enfrentar tudo. Era determinada, muito senhora do seu nariz e nunca admitia que tivessem pena dela. Gostava de ser amada e fazia por isso.
Fomos sempre muito chegadas uma à outra desde que me lembro. Nunca nos separamos a vida toda porque, à parte as minhas viagens sempre a correr, a minha vida também decorreu sempre dentro da estreiteza dos horizontes da ilha onde fui e sou feliz. Não sairei nunca daqui de forma definitiva.
A doença é mesmo um estado de alma e eu acredito que tu vais superar essas coisas todas. Agora que te conheci não te posso perder. Ainda faremos juntos coisas novas e boas. Porque não um passeio às ilhas? Olha que é uma terapia especial, acredita!!!!
Um grande abraço e um beijo grande a esse neto fofo da amiga
Gabriela

Conheci a Gabriela Silva, há dias, na sessão de lançamento do livro “ENTRE MARGENS DE AFECTOS” que ela escreveu em parceria com Aida Baptista e contém ilustrações do pintor Manuel Martins.
Entretanto faleceu-lhe a mãe e eu, em solidariedade para com esta amiga recente, escrevi-lhe uma carta de pêsames sim, mas muito principalmente de apelo à vida. É esta troca de correspondência por e-mail que hoje aqui trago à luz do dia, por me parece merecedora de ser lida por todos, para consolação de todos os que sofrem no corpo ou na alma. E, como remate, a meus olhos nada melhor para nos aquecer a alma do que mais uma foto do Luís Tiago.

Noticias de última hora não há. Fui várias vezes ao hospital ao longo da semana, primeiro para marcação do exame que, suponho ser uma TAC, depois na expectativa de ser chamado para o fazer. Na quinta-feira fui informado que estava marcado para a próxima segunda-feira. Lá estarei por volta das nove horas.
Notícia de última hora. Afinal há uma. Convidado pelo meu irmão – Presidente da Delegação de Sintra da Associação dos Deficientes das Forças Armadas (ADFA) – para dizer uns poemas na NOITE DE FADOS e POESIA no encerramento da semana cultural que ali decorreu, lá fui eu. Entreguei-me à causa com tal entusiasmo, a adrenalina deu em subir de tal maneira, que até deu para cantar um fado de Coimbra – Lá longe, ao cair da tarde –; aguentar até ao final da ceia, chegar a casa por volta da uma, agarrar-me ao computador até às cinco da manhã, a rever o Mau Tempo no Anal – Diário de um Paciente. Depois foi tentar recuperar até às cinco em ponto da tarde. E cá estou eu de novo, à mesa de trabalho e de lazer.

12 Comentários:

  • Às 5 de abril de 2009 às 13:09 , Blogger Osvaldo disse...

    Caro irmão;

    Perder um ente querido é doloroso e todos nós já o choramos até ao dia que alguém o chorará por nós.
    Através de ti envio os Sentimentos mais sinceros à familia...

    Ao mesmo tempo fico feliz de ver a foto do Luis Tiago no seu Mundo de Sonhos de Criança linda e saudável.

    E tu, caro irmão, quando voltarás a provar no pé, os frutos saudáveis das árvores da nossa terra?!...

     
  • Às 5 de abril de 2009 às 17:11 , Blogger Andre Moa disse...

    Caro Osvaldo,
    Se, como desejo e espero, o exame que vou fazer amanhã mostrar que estou benzinho,penso ir a Tabuaço nos últimos dias do corrente mês de Abril , para a reunião da Assembleia Municipal. E então,por certo que provarei "os frutos saudáveis das árvores da nossa terra".
    Um abraço.
    André Moa

     
  • Às 6 de abril de 2009 às 20:31 , Blogger José Guilhereme disse...

    Atenção amigos do Porto, arredores e do mundo inteiro!

    Atenção ao lançamento de “O CHÃO DA RENÚNCIA”, novo livro de crónicas de Aida Baptista.
    Já li, gostei muito, por isso o recomendo.

    Lançamento do livro “O Chão da Renúncia”, de Aida Baptista, no Clube Literário do Porto
    Recital de poesia de autores angolanos por Leonor Seixas, acompanhada ao piano por Carla Seixas

    Piano-Bar – 18 de Abril de 2009 –
    Sábado – 21h30


    Clube Literário do Porto
    Rua Nova da Alfândega, n.º 22
    4050-430 Porto
    T. 222 089 228

    Última hora – Notícias pessoais –

    Lá fui eu ao hospital fazer a TAC. Cheguei às nove horas em ponto ao serviço de medicina. Vesti o fato de gala – o tal que dá mais pelo nome de pijama hospitalar – e lancei-me na cama a ler, à espera que me chamassem para ser conduzido ao serviço de radiologia. Era meio-dia quando o telefone tocou a requisitar a minha presença. Às treze horas já estava despachado. Nada perguntei, nada me disseram quanto ao exame em si. Este vai ser enviado, talvez amanhã, para “Medicina”. Fiquei de telefonar à tarde. Em vez de telefonar, vou passar por lá. Pode ser que encontre o médico e me dê já o seu veredicto sobre o meu próximo futuro.
    Alea jacta est.
    Os dados estão lançados.
    Eu, confesso, estou muito esperançado.
    Mas preparado para o que der e vier.
    Se o que vier for bom, óptimo; se for menos bom, cerrar os dentes e continuar a lutar.
    Um abraço muito amigo para todos.
    André Moa

     
  • Às 6 de abril de 2009 às 23:28 , Blogger Linda disse...

    Claro que vai ser bom,pensamento positivo...
    Vá lá cerrando os dentes e continuando a lutar!
    Beijinhos
    Linda

     
  • Às 8 de abril de 2009 às 00:17 , Blogger Andre Moa disse...

    Caros amigos:
    Já li o relatório sobre a TAC que mfiz ontem. Confesso que esperava melhor. Mas porque sou leigo na matéria, amanhã vou tentar falar com o oncologista para perceber bem o que se passa, o que ele dirá e irá prescrever. Só então tirarei conclusões. Uma coisa é certa: a luta continua e eu não viro costas à luta. Era o que faltava! Procuro ser dos que não perdem a esperança e a confiança facilmente. Assim será, com a vossa sempre preciosa ajuda. Assim vai ser.
    André Moa

     
  • Às 8 de abril de 2009 às 11:59 , Blogger Brancamar disse...

    Olá André,

    Tive muito que ler, já que ando atrasada.
    Aproveito para através de si dar os meus pêsames a Gabriela Silva. Tenho gostado muito dos seus poemas e de toda a sua escrita em "Entre margens de Afectos", bem como a da Aida Baptista.
    E lá estarei no dia 18 de Abril no lançamento do novo livro.
    Quanto a si, André, espero as últimas novidades.
    Estamos sempre aqui intreicheirados para o que der e vier.
    O que a Gabriela diz de si é muito bonito e mostra bem a sua têmpera, concordo plenamente e mais ainda quando diz: "...Quando te conheci pessoalmente ainda gostei mais...", eu também ainda gostei mais.
    Quando abri este post adorei ver aquela imagem lindinha do Luís Tiago, parece ser uma criança maravilhosa e uma força imensa de vida e esperança.
    Espero que as novidades sejam boas ou pelo menos razoáveis.
    Deixo-lhe um abraço enorme e beijinhos.
    Volto breve.
    Branca

     
  • Às 8 de abril de 2009 às 19:44 , Blogger Graça Lopes disse...

    Olá André
    Acabei de chegar aqui pela mão da Branca.
    Li o último post e vou voltar para ver o que tenho "perdido"
    Quanto à sua saúde, não é a primeira vez que fica baralhado com os relatórios mas depois vem o médico e devolve a serenidade, não é?
    Vamos esperar que o bicharoco esteja K.O. mas se não estiver cá estamos para o combater e arrumar de vez.
    Espero que não o impeça de vir ao Douro retemperar as forças e recarregar baterias.
    Um abraço
    Graça Lopes

     
  • Às 8 de abril de 2009 às 23:54 , Blogger Osvaldo disse...

    Olá caro irmão;

    Dá logo o resultado que a malta aqui em casa está "em pulgas" para saber boas noticias que mais que certeza serão positivas e ainda vais ao lançamento do livro da Aida Batista e da Gabriela Silva, quando o apresentarem em Tabuaço!

    Um abraço e Feliz Páscoa para ti e para a família.

    Osvaldo

     
  • Às 10 de abril de 2009 às 23:27 , Blogger Andre Moa disse...

    PÁSCOA FELIZ PARA TODOS. HOJE HOUVE RANCHO MELHORADO CÁ EM CASA. A MINHA FILHA FEZ 39 ANOS E A MINHA MÃE, COM MEIO SÉCULO A MAIS, FEZ 89. JUNTÁMO-NOS TODOS, FOI UMA FESTA, OU MELHOR DUAS FESTAS. É O DOIS EM UM TRANSPORTADO DE UM CHAMPÔ PARA UMA FESTIVIDADE COM DOIS ANIVERSÁRIOS COINCIDENTES.
    UM ABRAÇO.
    André Moa

     
  • Às 11 de abril de 2009 às 22:14 , Blogger Conceicao disse...

    Hoje consegui um tempinho para actualizar a leitura do seu blog. Não tenho a mínima dúvida que este 2º cancro já está debelado.A sua força e coragem conseguem abater tudo o que de mal lhe aconteça. É para mim o maior exemplo de luta, persistência e amigo do seu amigo como ninguém. Que mais hei-de dizer de quem tanto admiro? Nada mais a não ser também dar os parabéns à Susana e à sua querida mãe. O Luís Tiago está um encanto de menino e, este avô babado vai conseguir todos os seus intentos com o seu netinho.
    Com toda a admiração.
    Concha

     
  • Às 11 de abril de 2009 às 22:16 , Blogger Conceicao disse...

    Faltou-me desejar-lhe uma "Páscoa" muito muito feliz na companhia de todos os seus familares.

     
  • Às 17 de abril de 2009 às 10:28 , Blogger paula disse...

    passei para deixar um beijinho de luz e um abraço de esperança
    Paula Padinha

     

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

 
Que cantan los poetas andaluces de ahora...