SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ENA!-- TANTOS LEITORES DO MEU BLOG QUASE DIÁRIO! ---ESTA FOTO É UMA VISTA AÉREA DA MINHA TERRA,-TABUAÇO! UM ABRAÇO PARA CADA UM DE VÓS! -ANDRÉ MOA-

domingo, 24 de maio de 2009

Quem nos viu e quem nos vê
****
****
****
****
COMPASSO DE ESPERA


Várias coisas estão pendentes, em vias de concretização e eu, entretanto, a engordar, a engordar, a recuperar a olhos vistos. E o meu neto a crescer, a crescer, em corpo e sabedoria.
É costume dizer-se que enquanto o pau vai e vem folgam as costas. Pois eu estou entre esse vai e vem, em compasso de espera.

À espera do almoço em Tabuaço, para onde partirei com o meu mano na próxima quinta-feira, regressando à capital no domingo, dia 31, depois de na véspera nos juntarmos com o irmão Osvaldo e outros amigos à volta de uma mesa redonda no Tábua D’Aço. Redonda para melhor nos revermos e pormos a escrita em dia; redonda, com uns pratos redondos, uma comidinha que nos ponha mais redondos, e uns candeeiros de vidro redondinhos, a que costumamos chamar copos, atestados de um agradável combustível, um bom vinho, uma boa ‘pomada’ para nos iluminar a alma e aquecer o corpo ávido por umas ‘asneirinhas’ destas.

À espera da xaropada do dia 1, que só de pensar nela me arrepio.

À espera da colonoscopia do dia 2 e muito especialmente dos resultados. Esperançoso, mas nem por isso menos apreensivo. Não posso esquecer-me de que toda esta trampa em que tenho vivido mergulhado de há três anos a esta parte começou nos intestinos e que os meus intestinos são um óptimo alfobre de pólipos. Os meus e os do meu irmão. Ainda há dias foi fazer mais uma colonoscopia, e lá tinha uns novos pólipos a florir. Foram logo estripados, é óbvio e é o que vale.

Á espera da publicação e do lançamento do livro. Sei que já está na tipografia, que deve ficar pronto dentro de dez dias, que será distribuído pelas livrarias imediatamente a seguir e que a apresentação, o primeiro lançamento, será em Lisboa, na sede da Ordem dos Médicos, no dia 24 de Junho, dia de São João, dia do aniversário do meu saudoso pai, o senhor João Baptista Fernandes, um senhor de verdade, um homem bom, um óptimo exemplo e testemunho de generosidade e de amor à vida. E sempre bem disposto, o que não admira, se nos lembrarmos que nasceu em dia de folguedo e alegria. Chorou, mal nasceu, como acontece com todos os recém-nascidos, mas foi choro de pouca dura. Sofreu a bom sofrer, do berço à tumba, mas sempre com resignação de santo, com uma tal aceitação que não lhe permitia verter uma lágrima que fosse. Traiu-o uma lágrima que se soltou sem pedir licença e escorreu doce e tranquilamente, na véspera de morrer, ao despedir-se de mim. Nunca mais se apagará da memória aquela pérola líquida a deslizar serena e vagarosamente por um dos sulcos do seu rosto.

À espera do resultado das análises que irei fazer nos finais de Junho e, face a elas, do veredicto médico.

À espera que o diagnóstico de um naturista, no final de uma conferência a que fui assistir esta tarde, se cumpra. Disse-me ele, com base nos lóbulos das minhas orelhas e nas rugas ao lado dos olhos a que habitualmente se chamam pés de galinha, que eu estou talhado para a longevidade. Gostei de ouvir esta. Só não estivemos de acordo quanto aos anos possíveis de vida. Ele fica-se pelos cento e vinte; eu exijo cento e cinquenta, no mínimo.

À espera, sempre à espera, com a arreigada esperança de que quem espera sempre alcança.

12 Comentários:

  • Às 24 de maio de 2009 às 14:26 , Blogger Linda disse...

    Olá André,
    Quem os viu e quem os vê...é isso ai estão lindos avô e neto!
    Venha dai o livro que eu estou à espera... ainda não perdi a esperança que vai ser no lançamento aqui no norte que finalmente o vou conhecer.

    Agora uma aparte, esse bendito naturista acerta mesmo? É que se for pelos pés de galinha posso ficar descansada... estou safa por um uns valentes anos,ahahahahaahh

    Boa sorte para a xaropada do dia 1, arrepie-se a pensar que está talhado para a longevidade!
    bjs
    Linda

     
  • Às 24 de maio de 2009 às 17:29 , Blogger elvira carvalho disse...

    Estão muito bonitos avô e neto numa imagem de ternura e cumplicidade.
    Não se preocupe com a espera. Está com a maioria. Todos nós estamos à espera de qualquer coisa mais ou menos importante. Aliás o que é a vida senão uma eterna espera desde o primeiro ao último dia? Começa logo antes de nascer que temos que esperar nove meses...
    Espero o livro com muito interesse.
    Quanto à colonoscopia, espero que esteja tudo bem. Sei que é muito desagradável, tenho que fazê-la de dois em dois anos, mas mesmo assim não me custa tanto quanto a endoscopia, que também repito de dois em dois anos, e que o ano passado até me deixou cheia de microderramamentos faciais. Felizmente que desapareceram ao fim de três semana.
    Um abraço e tudo de bom

     
  • Às 24 de maio de 2009 às 22:12 , Blogger Andre Moa disse...

    Caras amigas,
    estou lindo, não estou? PUDERA! Com o meu neto ao lado, qualquer feio passa no teste da beleza.
    Estou esperançado de que irá fazer-se um lançamento do livro na cidade invicta, no Porto. Não se sabe é quando. A cidade merece, os amigos do grande Porto merecem-no, a Linda merece-o. O prazer será meu conhecê-la, cara Linda.
    Em Lisboa, como já sabem, será de hoje a um mês. E para já é o único que está agendado.
    É isso, Cara Elvira: "o que é a vida senão uma eterna espera?» Isso é que tem sido sofrer!Por vezes pensamos que somos os únicos sofredores do mundo, mas ele há tanta gente a sofrer tanto ou muito mais que nós!
    Beijinhos, caras amigas
    André Moa

     
  • Às 25 de maio de 2009 às 22:44 , Blogger Lisa disse...

    Dois "gatos"!!!

    Bela imagem. Estão os dois de parabéns!

    Coragem para a xaropada do dia 1(pense que se trata de uma pomada aqui do Douro) e que os resultados do exame do dia 2 sejam os desejados.

    Beijo com carinho

    Lisa

     
  • Às 25 de maio de 2009 às 22:54 , Blogger Carecaloira disse...

    Vai alcançar tudo o que deseja, amigo André. Você merece-o.

    Estarei consigo nesses dias, vai tudo correr bem. Acreditar, acreditar, acreditar.

    Quanto ao lançamento do livro conte-me tudo, quero ir vê-lo.

    Um beijinho
    Marina

     
  • Às 26 de maio de 2009 às 00:45 , Blogger José Guilhereme disse...

    Pomada do Douro vou eu tomar no próximo fim de semana em Tabuaço, em pleno Douro. No dia um vou pensar nela enquanto tomo a xaropada e vou pensar em vós para não me esquecer de que dos fracos não reza a história.
    Penso em si, cara Marina e logo vejo diante de mim a imagem da confiança, da fé, da esperança, da coragem.
    Beijinhos
    André Moa

     
  • Às 28 de maio de 2009 às 00:01 , Blogger José Guilhereme disse...

    Caros amigos, só para justificar a minha falta de comparência neste blogue até domingo à noite. Vou amanhã para Tabuaço, donde regressarei no domingo à tardinha.
    Bom fim-de-semana para todos.
    Um abraço
    André Moa

     
  • Às 1 de junho de 2009 às 00:02 , Blogger Andre Moa disse...

    Caros amigos,

    Acabo de chegar de Tabuaço - Douro Vinhateiro. Cansado, mas satisfeito. Com as baterias recarregadas. Hoje estou moido e com os pés inchados. Proximamente procurarei fazer um cabal relato.
    Até lá.
    Abraços.
    André Moa

     
  • Às 2 de junho de 2009 às 08:46 , Blogger Conceicao disse...

    Com as baterias carregadas
    do fim de semana que passou
    nada o fará desarmar
    nem a tripa que descarregou!

    Os amigos cá o esperam
    como disse o naturista
    p'ra viver cento e tal anos
    com todos conviver
    e muitos Douros beber!

    Força é o que não lhe falta
    para quê mais palavras,
    se o André Moa é o exemplo
    de nada o abater!

    Bjs da amiga
    Concha

     
  • Às 7 de junho de 2009 às 02:10 , Blogger Brancamar disse...

    Tenho andado por aqui, à espera de notícias de Tabuaço. Vejo que já há novidades sobre o livro. E não é que caiu mesmo no dia de S. João? Mas não seria por isso que deixaria de ir, mas por ser dia de trabalho no 25 e não estar perto. Já lá escrevi um comentário que mandei ao ar sem querer, por ir ampliar o convite, feita curiosa de uma coisa que já tinha visto. Mulheres! Eheheh!
    Amanhã volto a passar e a comentar. As pestanitas já estão a cair.
    Folgo que esteja bem e que a Tábua de Aço tenha sido um encontro de emoções.
    Deixo beijinhos.
    Branca

     
  • Às 7 de junho de 2009 às 02:14 , Blogger Brancamar disse...

    Voltei atrás, para dizer que aqueles artistas ali em cima na fotografia estão deliciosamente encantadores! E que sorrisos tão parecidos!
    Tâo pequenino e tão simpático o pequeno! Já sabe namorar a câmara, todo fotogénico!
    Beijinhos.

     
  • Às 8 de junho de 2009 às 11:40 , Blogger Osvaldo disse...

    Olá irmão;

    Como vai essa recuperação da longa viagem mas também da jornada inesquecivel em Tabuaço?.

    Um abraço
    Osvaldo

     

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

 
Que cantan los poetas andaluces de ahora...