SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ENA!-- TANTOS LEITORES DO MEU BLOG QUASE DIÁRIO! ---ESTA FOTO É UMA VISTA AÉREA DA MINHA TERRA,-TABUAÇO! UM ABRAÇO PARA CADA UM DE VÓS! -ANDRÉ MOA-

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010


Com a devida vénia, transcrevo aqui a carta aberta que a corajosa Maria editou no seu blogue “OS ALCATRUZES DA RODA”.
CARTA ABERTA A PEDRO MEXIA
O senhor Pedro Mexia, mexeu onde não devia. Quem é o senhor para dizer mal de um livro, que eu aposto que não leu? Folheou, quando muito, como faz a maior parte dos críticos literários. Apanhou algumas frases e vá de escrever e criticar. Qualquer ser humano com um mínimo de sentimentos e discernimento, nunca faria uma crítica tão parva, tão porca, como a que fez.Que sabe o senhor da heroicidade do homem que criticou? Que ideia tem do que ele sofreu no corpo e na alma ao escrevê-lo?
Passa-lhe pela cabeça o que é, ir fazer um simples exame de rotina, e sair de lá com dois cancros declarados? Faz uma ideia do que é passar dias e dias, passeando uma algália atrás? Suponho que apesar da sua ignorância, saiba onde esta é metida. Acharia graça ter uma por umas horas? Seria capaz de ter coragem de descrever isso? Não tinha. O senhor só é grande a escrever m...
Conheci André Moa depois de ler o livro. Seria o senhor homem para, alimentado apenas a sumos de vegetais, cantar, recitar, ser a alma de uma reunião de amigos uma tarde inteira, sem um desfalecimento, sem um rito de dor, sem um olhar de tristeza? Não acredito. Essa gordurinha balofa não aguentava.
Leia o livro todo e depois fale. Leia o livro do Salvador Vaz da Silva e aprenda com eles a ser homem. Até lá não fale deles. Cale-se. Pense qual seria a sua reacção se tivesse um cancro só.
Quanto a Vitorino Nemésio e Torga, que o senhor não deve ter lido, deixe-os fora disto.
Senhor Mexia não mexa no que não sabe. É melhor estar calado.
Sem respeito nem consideração
Maria!»

Cara Maria,
Convocaste-me e eu lá fui ao teu blogue. Sem imaginar o que me esperava. E agora, aqui estou eu a agradecer-te, muito comovido, com os olhos a lacrimejar. Emocionaste-me muito com a tua solidariedade, a tua amizade, o teu costumado desassombro, com a tua objectiva, incisiva e muito bem urdida apreciação. Tu dizes nesta carta aberta o que eu, no fundo, pensei. E foi isso que me indignou. Falar do que não se deu ao cuidado de ler e apreciar, devidamente. Que dissesse mal do livro, mas com objectividade e conhecimento de causa. Assim, o autor da crónica armou-se aos cucos e actuou tal e qual um cuco, um passarão todo ancho de esperteza saloia, um João ratão, um Chico esperto.
Como se sabe, o cuco não constrói o seu próprio ninho. Rouba o ninho a outros. E, assim, à custa de seres alados, honestos, obreiros e diligentes, o cuco lá vai conseguindo obter abrigo, chocar ovos, entreter-se a cantar naquele tom monocórdico e desinteressante de cuco: cu-cu; cu-cu; cu-cu.
E não sai nem passa disso.
Bem-hajas, amiga Maria.
André Moa.




16 Comentários:

  • Às 27 de fevereiro de 2010 às 10:51 , Blogger Osvaldo disse...

    Caro irmão, cara Maria;

    Como já respondi nos dois blogs acho que o Mexia Não mais mexerá na bosta alheia porque pra merda já basta onde ele se atolou.

    Abraços e beijos.

    Osvaldo

     
  • Às 27 de fevereiro de 2010 às 11:22 , Blogger Je Vois la Vie en Vert disse...

    Caro Amigo André,

    Esta NOSSA amiga Maria não deixa ninguém mexer nos seus amigos. Provou que está pronta para os defender com garras.

    Assim, o Mexia aprendeu que não podia mexer nas qualidades literárias (e outras) indiscutíveis do nosso amigo André e se antes o tal mexia, agora de certeza que não se atreve a mexer !

    A Petite Marie torna-se Grande quando se trata de defender uma causa !

    Beijinhos a ambos

    Verdinha

     
  • Às 27 de fevereiro de 2010 às 12:49 , Blogger Andre Moa disse...

    É verdade, caríssima Verdinha e caro Osvaldo. Grande Maria! Grande amiga! Grande Mulher. Grandes amigos, todos vós.
    Abreijos
    André Moa

     
  • Às 27 de fevereiro de 2010 às 13:26 , Blogger Laura disse...

    Acho que um amigo é isso mesmo! Envolve-se! tenho amigas amigos que não são capazes de dar a cara por nada! São excelentes pessoas, mas, quando chega aquele momento especial, ah, não estão nem aí!
    E a nossa Maria, a miúda dos Alcatruzes da Roda, provou que sabe fazer os outros andar á nora!
    Beijinho a todos, laura

     
  • Às 27 de fevereiro de 2010 às 18:24 , Blogger Maria disse...

    Não mereço agradecimentos. Ser amigo para mim, é algo muito importante. Ninguém me toca nos amigos ou na família, sem levar troco. Viro fera.
    Obrigada pelos vossos comentários tão simpáticos.
    Contem sempre com a
    Maria

     
  • Às 27 de fevereiro de 2010 às 18:52 , Blogger Andre Moa disse...

    Maria, digo-te eu,
    tu és o meu ai jesus,
    és mais que um Cireneu
    a aliviar minha cruz.

    Rima e é verdade.
    Beijinhos.
    André Moa

     
  • Às 27 de fevereiro de 2010 às 22:12 , Blogger Kim disse...

    Claro que a petite é grande. A Maria da Fonte não faria melhor.
    O Mexia mexeu com todos nós e provocou a revolta.
    Parabéns Grande Marie!

     
  • Às 27 de fevereiro de 2010 às 22:40 , Anonymous DAD disse...

    Gostei muito de ler a "revolta da Maria" mas como lá diz o povo "vozes de burro não chegam ao céu"...portanto vozes há muitas, mas André Moa há só um!
    Beijinhos a todos!

     
  • Às 27 de fevereiro de 2010 às 23:07 , Anonymous Anónimo disse...

    A revolta da Maria, neste grupo de amigos ganhou voz. André Moa, há só um, e esse é amigo de todos nós.

    Grande Maria!

    Esse Pedro Mexia, merecia ser levado pelo vento e juntar-se um dia aos Gato Fedorento.

    Beijinhos duplos
    L&L

     
  • Às 27 de fevereiro de 2010 às 23:32 , Blogger Andre Moa disse...

    Ele já navega nessas águas, cara L&L.
    Agora o soube.
    Beijinhos
    André Moa

     
  • Às 28 de fevereiro de 2010 às 00:33 , Blogger Espaço do João disse...

    Gostava de saber se chegaste a receber minha encomenda enviada quinta feira. Abraço João.

     
  • Às 28 de fevereiro de 2010 às 11:06 , Blogger Brancamar disse...

    A lealdadade e a defesa dos amigos sempre foi a qualidade que mais admirei e embora conheça pouco a Maria, presto-lhe a minha homenagem por isso.
    Deixo beijinhos para a Maria e o André.
    Com amizade
    Branca

     
  • Às 28 de fevereiro de 2010 às 12:13 , Blogger Andre Moa disse...

    Caro João. Recebi apenas um aviso para ir levantar um volume nos correios. Vou levantá-lo segunda-feira. Obrigado pela diligência.Depois de ver falarei. Está bem?
    Cara Brncamar,
    não apenas pela lealdade e muito menos em defesa de um amigo, mas pelo acerto do texto, a Maria merece toda a nossa, muito em especial a minha homenagem. Que eu estendo a todos vós, pois que todos me mereceis a maior consideração e estima.
    Abreijos
    André Moa

     
  • Às 28 de fevereiro de 2010 às 14:12 , Blogger Maria disse...

    Um beijinho Brancamar e obrigada. A amizade para mim, é sagrada.
    Maria

     
  • Às 28 de fevereiro de 2010 às 15:54 , Blogger Laura disse...

    Não se metam com os meus amigos
    diz a Maria a lembrar
    que quem se meter com eles
    na cabeça vai levar.

    Ela não precisa de armas
    para atingir quem quiser
    ela sabe manejar
    a pena a seu belo prazer.

    Já deu para ver
    o quão valente ela é
    assim, não se metam com ela
    quem avisa amiga é.

    Maria, Maria
    pequena mulher tão dócil
    parece frágil mas não é
    e não a façam zangar.

    Que ela tem sempre ponta
    por onde pegar
    e quieta
    nunca vai ficar.

    Obrigada querida Maria
    agora junta-nos a ti
    sente-te forte que nós
    também lutamos por ti.

    E fazendo falta
    estamos aqui todos
    a dar a cara
    para o que der e vier.

    Beijinho a todos e que fortaleza cerrada, ah, como é lindo ver os amigos numa pinha...laura

     
  • Às 28 de fevereiro de 2010 às 23:22 , Blogger Espaço do João disse...

    Meu caro André.
    Ainda hoje, armei-me em escriba e resolvi mandar uns bitaites ao parvalhão do dito cujo P.M. Felizmente meu filho tem o mestrado em ciências da comunicação social e também em jornalismo.Conhece-lo muito bem, e via telefone disse-me que de alarves anda ele cheio. Meu filho tem 38 anos e, conheceu-o desde muito tempo. Actualmente está na RTA (Angola)e, vem mês sim , mês não até ao "puto". No próximo fim de semana passaremos com ele, pois embarca na semana seguinte.Felizmente conquistou boa posição, o que me dá grande orgulho. Está na direcção de cordenação e informação. O trabalho é cansativo, mas diz ele que compensa. Espero que na segunda feira, borres o carangueijo e todos os bichos terminados em eijos e,familiares esturricando-os na brasa, que se for no Alentejo , seja num braseiro de carqueijo (enganei-me na palavra, mas como não rimava assim fica ). Um Abraço do tamanho do mundo .

     

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

 
Que cantan los poetas andaluces de ahora...