SEJAM MUITO BEM VINDOS A ESTE BLOG!--------ENA!-- TANTOS LEITORES DO MEU BLOG QUASE DIÁRIO! ---ESTA FOTO É UMA VISTA AÉREA DA MINHA TERRA,-TABUAÇO! UM ABRAÇO PARA CADA UM DE VÓS! -ANDRÉ MOA-

quarta-feira, 24 de março de 2010

LUÍS TIAGO - QUARTO ANIVERSÁRIO

Luís Tiago com a mamã, às oito da manhã Na escolinha às 16,30 a merendar com os amigos


QUERIDO NETO, para que conste e tu possas vir a sabê-lo, aqui fica escrito que, no dia em que nasceste, passei os olhos pelos jornais, a ver se traziam a grande notícia. Nem uma palavra sobre o maior acontecimento de todos os tempos, sobre o teu despertar para a vida. Todos se limitaram a realçar as desgraças do costume, as tragédias que eles avolumam para venderem mais, as inventonas e intentonas de sempre, as cabalas congeminadas contra quem procura cumprir o seu dever com coragem e denodo, tudo isso que é nada; e nem uma palavrinha a anunciar a boa nova do dia. Eu, que já não embarcava nas patacoadas, já não ia muito nas conversas de chacha de tais pasquins, cortei definitivamente com o mau vício que adquiri, ainda jovem, de ler um a dois jornais, de fio a pavio, todos os dias do ano, chovesse ou fizesse sol, fosse dia de trabalho ou de lazer. Nunca mais. Ler jornais para quê? Para ler as palermices que eles, os dos jornais, nos queiram impingir e não encontrar neles nem uma informação séria e honesta sobre o que acontece de importante e a gente quer ver repercutido nos chamados meios de comunicação social? Não estou interessado. Estou interessado, sim, em ver-te crescer em saúde e sabedoria, em inteligência e bondade. Interessa-me, sim, que sejas feliz e tudo faças para que todos os que te rodeiam beneficiem da tua presença e do teu indispensável contributo para o bem-estar de todos.
É isto, que, neste teu quarto aniversário, muito sumariamente, aqui recordo e registo para que neste desabafo encontres mais uma prova insofismável do quanto te amo, meu querido neto.


Não há nada neste mundo
nenhum amor mais profundo
do que o amor por um neto.
Um neto é uma candeia
que ilumina, incendeia,
uma casa até ao tecto.
Quanto mais ele nos borra
mais nós ganhamos amor;
nem a maior cachaporra
vindo dele nos causa dor.

Guincho de neto é canção
que nos enche o coração
de uma enorme alegria;
cócó de neto é odor
com mais requinte e valor
que o de uma perfumaria.
E não ousem afirmar
que é defeito do nariz,
que eu dou-vos a cheirar
uma fralda do petiz.

Um netinho é um presente
que satisfaz toda a gente
e deixa um homem babado.
Seja poeta ou livreiro
professor ou jardineiro
ainda que seja borrado
quando pega nele ao colo
ou lhe dá o biberão.
Neto é vida, é consolo,
que nos enche o coração.

A quem custe acreditar
não demore a experimentar
se isto é ou não verdade
Não basta apenas julgá-lo.
O melhor é experimentá-lo
com amor e com vontade.
Não há prenda como esta
que nos encanta a valer.
Que alegria, que festa
ver um netinho crescer!

André Moa

18 Comentários:

  • Às 24 de março de 2010 às 18:43 , Blogger Je Vois la Vie en Vert disse...

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • Às 24 de março de 2010 às 18:46 , Blogger Je Vois la Vie en Vert disse...

    Muitos parabéns, Luís Tiago ! 4 anos ? É quase uma mão cheia ! Tens tudo para ser feliz : o carinho da família, a doçura da tua mãe, a sabedoria da tua avó, a inteligência do teu avô. O teu caminho está traçado com boas bases, só podes vencer !
    Parece que o teu dia de ano se passou com alegria no meio dos amigos. Muito beijinhos da Verdinha !

    Querido Moa,
    Não me custa nada acreditar tudo o que contas sobre os netos. Costuma-se dizer que são 2 vezes os nossos filhos só que não temos tanto a preocupação de os educar e podemos antes mimá-los. A nossa idade já nos deu paciência e calma e não tropeçamos em detalhes, podemos fechar os olhos e fazer de conta que não vimos as "traquinices", podemos transmitir o nosso saber, a nossa experiência, sem falar do nosso carinho, claro, mesmo se ele parece desmesurado ! Pelo menos é assim , que eu vejo o meu papel de avó... No meu caso os netos é que tardem em vir...

    Beijinhos, amigo Moa

    Beijinhos também para a tua filha e a tua esposa.

    Verdinha

     
  • Às 24 de março de 2010 às 18:57 , Blogger Laura disse...

    MOA; Parabéns ao teu querido Luis Thiago, e que te tenha sempre por perto hoje, amanhã e sempre!
    Essas fotos fizeram-me lembrar dos aniversários do Nuno na creche e aos 5 já tinha uma linda namorada ruiva, eu fui lá levar o bolo e ele apresentou-me logo, que despachado...

    Não sei o que é ser avô e muito menos avó! mas, sendo mãe, uma mãe de que muito me orgulho, sei o que podes sentir, ou antes; imagino, é aquela dor na alma aquela dor que dói, dói até ao infinito quando pensamos neles e só queremos o melhor para eles, e, livres de sofrimento! basta que lhes doa a barriga, homessa, a coisa está má, se tossem, ó valham-me os santinhos ,e a febre que não baixa, ah, vamos chamar o médico, ufaaaaa... enfim... sei que tudo fiz para os educar, trabalhei, ultrapassei horas e horas quando o pai se foi embora na maior... em trabalhos pela noite adentro, de costura, por vezes eram 3 da manhã e ainda estava a coser, para que de manhã pudesse começar mais um e outro vestido! fiz isso muitas vezes em várias alturas, acredita que nada me custou sendo para o que era! e ver os meus pais a ajudar no que podiam, a tentar que a vida nos fosse mais fácil, sei o que sentes,sei o que fazes, sei onde e quando dói, mas, não temas pelo Luis Thiago, AquEle que tudo pode estará com ele e nunca o abandonará!

    Já deu para ver e rever que sois uns avós do melhor que há, e continuareis a sê-lo pela vida fora, e deste lado ou do outro estarás sempre com ele!
    Claro que ele tem a quem sair na bondade, no carinho na ternura e no humanismo, tem sementes de tudo isso transmitidas pelos genes dos avós queridos e dos antepassados amados, logo, o rapaz vai sair um Grande Homem e está dito!

    Sei que o amas porque sei o que é o amor, aquela ternura infinda que brota de dentro da gente, o carinho e que bom que sabemos o que isso é, porque há tantos infelizes pelo mundo fora que não sabem sequer senti-lo, quanto mais demonstrá-lo!

    Enlaço-vos no meu amor. laura

     
  • Às 24 de março de 2010 às 22:34 , Anonymous Anónimo disse...

    Querido André!

    Parabéns para o netinho Luis Tiago.
    Esta idade dos 4 anos é muito interessante numa criança, e o teu neto nessas fotos está muito divertido, sinal que o dia correu bem.

    Este é o 4ª aniversário de muitos e muitos outros que irão acontecer naturalmente.
    Felicidade; para o avô MOA que terá por perto o neto querido, gratificante; para o neto que poderá desfrutar das experiencias de vida e sabedoria de um homem estraordinário e lutador.

    " A página aberta da vida é bela; porém, mais bela é a página ainda fechada".

    Beijinhos para o aniversariante.

    Beijos duplos para o Avó MOA e restante familia.

    L&L

     
  • Às 24 de março de 2010 às 22:56 , Blogger Brancamar disse...

    PARABÉNS LUÍS TIAGO, MENINO LINDO!
    Com um beijinho desta amiga que não te esquece e que ao longo do tempo tem acompanhado a vida e a força que dás a este teu avô, que tanto te ama.

    Agora para o Moa:
    Concordo plenamente com tudo que dizes dos jornais e de quase toda a imprensa actual, saturei também. Nâo nos ensinam nada, bem pelo contrário. As notícias hoje não se confirmam, saiem à velociddae da luz e viver de boatos e de mentiras, não é saudável. Há outras coisas para ler bem mais interessantes, como estes versos que nos deixas, saídos do coração de um grande avô.
    Gostava de experimentar essa sensação, mas parece-me que "a minha vida não vai chegar a netos", pelo entusiasmo que vejo nos filhos,:)

    Deixo-vos beijos, com votos de muita alegria e felicidade para todos, hoje especialmente para o Luís Miguel.

    Branca

     
  • Às 24 de março de 2010 às 23:40 , Blogger Osvaldo disse...

    Caro Luis Tiago;

    Faz quatro anos, o teu avô, telefonava-me para dar a grande noticia... tu tinhas chegado!.
    Chegavas a este Mundo, Mundo este bem necessitado de homens de sabedoria e de valor civíco e moral. Certamente foi para isso que vieste, para cresceres na força da hombridade, respeito, justiça e amor pelo próximo com que o teu avô sempre pautou. Não digo que certamente seguirás os seus passos porque tenho a certeza o farás, não digo que certamente amarás os teus amigos como ele ama os seus porque tenho a certeza o farás, mas digo-te hoje o que sempre soube que era verdade; Depois da tempestade e da tormenta, tu foste com a tua chegada, o raio de Sol que iluminou os seus dias assim como os da tua avó.
    Foste tu que retemperas-te a sua força de viver, que redobras-te a certeza de que sempre vale a pena, e por ti, o teu avô sabe que afinal,... a vida continua.
    Luis Tiago, que todos os desejos e projetos que os teus avós têm para ti, se concretizem e que um dia no futuro possas dizer com orgulho; "Obrigado avô, eu sei que precisavas de mim e foi por ti que eu vim..."
    bjs Luis tiago, da Solange e Lucy e também da Ana, Débora,Olivier, Leonardo, Anabela e Osvaldo.
    Um abraço, irmão e bjs para a Teresa e Susana.

     
  • Às 24 de março de 2010 às 23:54 , Blogger Kim disse...

    Então parabéns ao Luis Tiago, simpática criança, que conheci numa tarde de Inverno.
    Se sair ao avô, temos a continuidade poética assegurada.
    Ao meu querido Moa apenas quero dizer que não tenho ainda essa sensação de saber o que é ser avô, mas o tempo encarregar-se-á de me trazer essa alegria.
    Um grande abraço

     
  • Às 25 de março de 2010 às 00:00 , Blogger Andre Moa disse...

    Muito boa noite, caríssimas amigas Verdinha, Laura, Luísa e Branca.
    Grande irmão, grande amigo, grande avô, caríssimo Osvaldo.
    Começo por ti, que disseste o que eu queria dizer e não consegui. Que a Vida te ouça e aja e as circunstâncias sejam favoráveis como tu preconizas. Vocês sensibilizaram-me uma vez mais e, claro, a par com o meu neto, vão-me dando destas salutares injecções de amizade e de vida.
    Eu até há cinco anos também dizia que esta vida não chegaria a netos e quando menos esperava, caiu-me no coração este neto querido. Nunca poderemos dizer desta água não beberei, a não ser quando a fonte seca e já não há gota de água para ninguém. Neste dia feliz para mim, é com muito gosto, como sempre, que compartilho convosco este mimo que acabo de receber através de uma senhora que desconheço por completo e que me enviou o seguinte e-mail:
    «Só para lhe dizer que, para grande surpresa minha, encontrei um livro de sua autoria e assinado por si, Mau Tempo no Anal, numa recente passagem por um hotel em Puerto Natales, no Chile. Como desconhecia a obra e o seu autor (lamento) e a presença da língua portuguesa num país estrangeiro é sempre uma bênção, dediquei algum tempo à leitura de algumas passagens que muito me sensibilizaram.
    Votos de saúde e vida com muita qualidade.
    Cumprimentos»

    Respondi de pronto da seguinte forma:

    «Muito boa noite. Acabo de ler, muito sensibilizado, o seu amável e-mail que muito agradeço.
    Mais uma prova de como o mundo é pequeno.
    Mais uma prova de como o coração humano pode ser tão solidário e generoso. Como é que Mau Tempo no Anal foi parar a um hotel de Puerto Natales, no Chile, eis um "mistério" que bem gostaria de ver desvendado.
    Bem-haja pela atenção.
    Continuo a lutar, com a tenacidade que em Mau Tempo no Anal relatei, contra o cancro que agora se manifestou por metástases nos pulmões. Mas sinto-me benzinho. e muito esperançoso de que ainda não é desta que o cancro me vai vencer. A haver um vencedor só admito que seja eu.
    Com os meus melhores e emotivos cumprimentos»

    E esta, hein? – diria o saudoso Fernando Pessa.
    Eu apenas direi que gostei.
    Beijinhos para vós, queridas amigas, extensivos à Ana e netinhas. Um grande abraço, irmão amigo Osvaldo
    André Moa

     
  • Às 25 de março de 2010 às 08:29 , Blogger Laura disse...

    Bom diaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
    Que a ressaca seja só de amor, asseguro, e aquela pontinha de felicidade pelo livro que para ti e para a senhora, galgou Fronteiras!Opino que alguém que o comprou cá, ou foi oferecido a quem precisava de te ler, o levou em viagem! e por esquecimento, (só pode) ficou ali, e aquela senhora e muito mais senhoras e senhores, pegarão nele, e ouvirão falar na força e na coragem de um homem que a vida não consegue vergar!
    Assim, festa dupla no teu lar.
    Agora aguardamos que a carolina a maldita como eu lhe chamo, se foi palco de ciumes azedos da musa laura e a desgraçada que mais não era e é que uma garrafa de precioso néctar que o Osvaldo mantém em seu poder, seja aberta em breve para comemorar a batalha do Moa, será assim que se chamará! Há tantas batalhas a assinalar nos Livros de História e esta será mais uma para ficar nos anais da dita!
    Aquele abraço apertadinho meu amor querido, meu amigo, meu irmão! da laura

     
  • Às 25 de março de 2010 às 10:22 , Blogger Maria disse...

    Pequenino Luís Tiago
    Parabéns pelo aniversário e pela linda familía que tens. Dia feliz, não é? Fazer anos é tão bom aos 4 anos! Felicidades meu doce. Beijinhos para ti, para a mãe e os avós, da
    Maria.

    André
    Mando-te um pequeno poema que fiz para o meu neto mais novo em 2001, quando o tinha comigo.
    O teu poema eatá lindo.
    Beijinhos e cá vai:

    Meu neto, meu amor,
    Meu torrão de ternura,
    Minha gotinha de água
    Tão límpida, tão pura,
    Que mata a minha sede,
    Que lava a amargura,
    Que torna esperança
    Toda a minha mágoa.
    Quando te embalo,
    Olhando para ti,
    É com outros que falo.
    E é no teu sorriso,
    Que, volto a encontrar
    O sorriso daqueles que perdi
    E, continuo a amar.
    Maria (avó)

     
  • Às 25 de março de 2010 às 12:26 , Blogger Laura disse...

    Lindo o teu poema Maria, lindo o amor que se sente pelos netos! é verdade

    revemo-nos naqueles que já partiram
    e deixaram atrás de si um rasto de luz
    olhamos dentro dos seus olhos
    e acabamos por ver quem quem lá está
    nunca deixou de em nós, viver!

    Aquele abraço da laura

     
  • Às 25 de março de 2010 às 13:11 , Blogger Andre Moa disse...

    Caro Kim, caras Maria e Laura:
    Em meu nome, da Teresa, da Susana e, obviamente, do Luís Tiago, o meu grande Bem-Hajam pelos votos, pelos versos, pelo amor demonstrados.
    Abreijos
    André Moa

     
  • Às 25 de março de 2010 às 18:33 , Blogger Bichodeconta disse...

    Parabéns família e aniversariante..Peço desculpa pelo atraso. O poema ou versos são deliciosos e demonstram , e confirmam o que já sabia.O amor incondicional ao neto, aos filhos, á D. Maria Teresa e ao mundo..O Luis Tiago tem nos olhos o brilho das estrelas e carrega com ele todas as flores da Primavera.Parabéns.Abreijos, Ell

     
  • Às 25 de março de 2010 às 19:20 , Blogger Andre Moa disse...

    Caríssima Ell,

    Nunca é tarde para se manifestarem os afectos, o amor pelas pessoas e pelas coisas.
    Bem-hajas.
    Tens-me feito muita falta. E não apenas a mim, estou em crer.
    Abreijos
    André Moa

     
  • Às 25 de março de 2010 às 21:11 , Blogger Laura disse...

    Pois não é apenas a ti que a essa bichito de conta faz falta (essa pois!)e sabendo que nos troca por motrangos e ovelhas lá na quinta virtual onde passa a vida, não me contenho e grito; Ell, a vida é aqui entre humanos virtuais só em palavras porque nós temos o coração latente...raio da net com esses jogos, até a sminhas amigas do dia a dia, deixaram de escrever, e porquê? porque têm uma quinta de morangos vacas cabritos ovelhas tudo na net, ah, desgraça maior...vá lá miuda dá um pouco de ti prá, gente que te quer...vá lááaááááááá´..
    beijinhos e abraços da laura

     
  • Às 26 de março de 2010 às 12:31 , Anonymous DAD disse...

    Parabéns à Mãe, aos avós e ao Luis Tiago, por mais um aniversário. És uma erstrelinha brilhante para todos e a estrelinha nunca perderá o seu brilho.

    Beijinhos grandes, de parabéns a todos e um grande xi-coração cheioo de beijocas doces da amiga grandona para o amiguinho pequenino!

     
  • Às 26 de março de 2010 às 12:43 , Anonymous DAD disse...

    O Luis Tiago
    quatro anos? Um senhor!
    Beijinhos para a mamã
    e para ti, com todo o amor!
    És lindo, inteligente e loirinho,
    um menino especial
    para o avô e a avó
    e também para a mamã
    és uma criança sem igual!

    Que tenhas muita saúde
    e sejas sempre feliz!
    Tudo isto e muito mais,
    é a Dad quem o diz!

    Beijocas grandes na bochecha!

     
  • Às 27 de março de 2010 às 23:31 , Blogger Ze Roque disse...

    Querido e amigo Moa

    Não calcula como tenho meditado sobre o que escreve e como escreve...
    Meditei...meditei... Por isso vou enviar-te dentro em breve o que há muito escrevi e que, com egoismo, guardava só para mim. Escrevi-o no silêncio da noite e traduz um estado de alma e um sentir por um irmão, por um ser que, embora desconhecido, é o foco de todo o meu pensamento e minha admiração.
    Continue a escrever esses hinos de amor tão superiormente envoltos e debroados em finos e delicados sentimentos de uma pureza, que hoje vai rareando.
    A terminar só poderei afirmar: Felizes os netinhos que brotam e crescem à sombra destes avós!...
    Bem-hajas, uma Páscoa plena de saúde,amor e paz entre os que te são queridos.
    Eu, porque acredito, rezarei por ti, pelo teu bem estar e pela tua felicidade até Deus me ouvir.
    Um elo nos une que é a nossa comum amiga DAD.
    Até breve
    ZÉ ROQUE (ternuraepoesia.blogspot.com)

     

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial

 
Que cantan los poetas andaluces de ahora...